22°
Máx
16°
Min

Paulo Rink perde mandato de vereador

(Foto: Divulgação) - Paulo Rink perde  mandato de vereador
(Foto: Divulgação)

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) decretou nesta segunda-feira (23) a perda de mandato do vereador Paulo Roberto Rink (PR). O motivo foi a infidelidade partidária, em sua saída do PPS para o atual partido.

De acordo com o TER-PR, Rink justificou sua saída do PPS “em razão de grave perseguição pessoal diante da mudança de programa partidário (fusão de partidos), do desagrado provocado na direção partidária em razão da sua candidatura a deputado federal na qual lhe faltou apoio, das denúncias a ele dirigidas por violação a preceitos éticos e, por fim, a presença de autorização para sua desfiliação”. Porém, na avaliação do relator do processo, Paulo Afonso da Motta Ribeiro, as alegações não se sustentam.

“Não há qualquer evidência de que os fatos, como narrados, tenham tornado insustentável a permanência do réu no partido. Não se tem qualquer prova que o Partido desejasse a saída do réu”, argumentou Ribeiro em sua decisão. Ele afirmou ainda que “a simples divergência interna do partido quanto à insatisfação em relação à candidatura do requerido ao cargo de deputado federal não configura hipótese de justa causa”.

Quem assume como suplente é Diogo Nascimento Busse (PPS).

Colaboração Tribunal Regional Eleitoral do Paraná