21°
Máx
17°
Min

PF apreende dólares e euros em operação na casa de empresários no Recife

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta sexta-feira, 1, a Operação Sépsis, nova fase da Operação Lava Jato. No Recife, os agentes cumpriram três mandados de busca em endereços na praia de Boa Viagem e em Cabo de Santo Agostinho, onde fica a sede da empresa Cone S/A, ligada ao grupo Moura Dubeux. A PF coletou equipamentos eletrônicos, valores em dinheiro nas casas dos empresários Marcos José Moura Dubeux, da Construtora Moura Dubeux, e do filho dele, Marcos Roberto de Mello Moura Dubeux, presidente da Cone S/A.

A operação movimentou 25 agentes e três procuradores federais, que participaram das buscas. Ninguém foi preso. A PF apreendeu 30 mil euros e US$ 53 mil dólares que estavam nos endereços. A Cone é uma empresa ligada ao grupo da Construtora Moura Dubeux e tem a operação vinculada a investidores e ao Fundo de Investimentos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FI-FGTS).

A Operação também envolveu operações em outras localidades, entre elas a residência do lobista Milton Lyra, ligado ao senador Renan Calheiros (PMDB-AL), no Lago Sul, em Brasília; e na sede da Eldorado Brasil, uma empresa controlada pela holding J&F, em São Paulo.