22°
Máx
16°
Min

Plebiscito para decidir sobre eleições gerais não é ideia ruim, diz Renan

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), defendeu nesta quarta-feira, 6, a realização de um plebiscito para decidir sobre uma eventual antecipação das eleições gerais no País.

"Qualquer cenário não pode ser descartado, tem de ser levado em consideração, acumulado, para que possamos ter amanhã saídas. Existem correntes que defendem fazer um plebiscito, ouvir a sociedade. E a ideia de ouvir a sociedade nunca será uma ideia ruim", disse o senador.

A ideia de Renan seria fazer uma consulta juntamente com as eleições municipais de outubro e as eleições gerais - caso a população apoie essa ideia - só ocorreria no próximo ano.

O peemedebista também se manifestou sobre a decisão que deve ser tomada nesta tarde pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em relação à possibilidade de o Congresso alterar, por meio de emenda à Constituição (PEC), o regime de governo vigente no País.

"Tem essa questão da consulta do parlamentarismo, da implantação, se pode haver emenda constitucional e, havendo a provação da PEC, se faz plebiscito antes ou depois. Acho que qualquer cenário tem de ser guardado em favor do Brasil.

Questionado sobre se o impeachment arrefeceu, Renan se esquivou de responder. "Não tenho informação e tenho procurado não fazer esse tipo de comentário. Dependendo do que ocorrerá na Câmara, ele virá ou não para o Senado", disse.

Renan tem defendido nos bastidores que tanto a proposta de novas eleições quanto a de mudança do regime podem ser caminhos para o País sair da crise caso o impeachment não seja aprovado pelo Congresso.