22°
Máx
16°
Min

PM registra 294 ocorrências durante a Operação Eleições em todo o Paraná

(Foto: Divulgação / Polícia Militar) - PM registra 294 ocorrências durante a Operação Eleições no Estado
(Foto: Divulgação / Polícia Militar)

A Polícia Militar divulgou, nesta segunda-feira (3), que foram registradas 294 ocorrências em todo o Paraná durante a Operação Eleições, realizada no sábado (1º) e no domingo (2). Equipes policiais fizeram 211 encaminhados de pessoas envolvidas com crimes eleitorais.

Do total de ocorrências, 20 atendimentos foram por compra de voto; três por uso de som, comício e carreata; 93 por boca de urna; 35 por divulgação de propaganda eleitoral; oito por transporte irregular; e 108 por outros crimes eleitorais previstos na lei eleitoral. A PM ainda registrou 27 situações de outras naturezas (rixa, lesão corporal, tumulto, ameaça, todas relacionadas com as eleições).

O 1º Comando Regional da PM (1º CRPM/Curitiba) registrou 18 ocorrências, sendo seis atendimentos por boca de urna; um por divulgação de propaganda eleitoral; seis por outros crimes eleitorais previstos na lei eleitoral, e cinco situações de outras naturezas. O 2º Comando Regional da PM (2º CRPM/Londrina e região) contabilizou 57 atendimentos, sendo cinco por compra de voto; três por uso de som, comício, carreata e etc; 30 por boca de urna; seis por divulgação de propaganda eleitoral; um por transporte irregular; 11 por outros crimes eleitorais, previstos na lei eleitoral; e uma situação de outra natureza

Já o 3º Comando Regional da PM (3º CRPM/Maringá e região) registrou 100 atendimentos, sendo quatro por compra de voto; 28 por boca de urna; 16 por divulgação de propaganda eleitoral e 52 por outros crimes eleitorais, previstos na lei eleitoral. Na área do 4º Comando Regional da PM (4º CRPM/Ponta Grossa e região) foram 55 atendimentos, sendo quatro por compra de voto; 12 por boca de urna; cinco por divulgação de propaganda eleitoral; quatro por transporte irregular; 13 por outros crimes eleitorais, previstos na lei eleitoral; e 17 situações de outras naturezas.

O 5º Comando Regional da PM (5º CRPM/Cascavel e região) registrou 40 atendimentos, sendo cinco por compra de voto; um por boca de urna; seis por divulgação de propaganda eleitoral; um por transporte irregular; 25 por outros crimes eleitorais, previstos na lei eleitoral; e duas situações de outras naturezas.

O 6º Comando Regional da PM (6º CRPM/Região Metropolitana e litoral) atendeu 20 ocorrências, sendo um por compra de voto; 16 por boca de urna; um por divulgação de propaganda eleitoral; e uma situação de outras naturezas.

As unidades especializadas da PM registraram quatro atendimentos, sendo um por compra de voto; dois por transporte irregular e um por outros crimes eleitorais, previstos na lei eleitoral.

O 1º Comando Regional da PM (1º CRPM/Curitiba) fez 13 encaminhamentos, sendo nove Termos Circunstanciados (TC) e quatro flagrantes; o 2º Comando Regional da PM (2º CRPM/Londrina e região) teve 41 encaminhados, 40 por TC e um por flagrante; o 3º Comando Regional da PM (3º CRPM/Maringá e região) lavrou 46 TCs; o 4º Comando Regional da PM (4º CRPM/Ponta Grossa e região) teve 26 encaminhamentos, dos quais 15 por TC e 11 por flagrante; o 5º Comando Regional da PM (5º CRPM/Cascavel e região) encaminhou 66 pessoas, sendo 51 por TC e 15 por flagrante; o 6º Comando Regional da PM (6º CRPM/Região Metropolitana e litoral) encaminhou 18 pessoas por TCs; e o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) lavrou um TC.

Destaques

De acordo com a PM, um dos destaques aconteceu em Umuarama, onde a PM encaminhou três pessoas após serem flagradas com R$ 13,2 mil em dinheiro, 37 comprovantes de abastecimentos com 10 litros cada, uma lista com nomes e números de títulos de eleitores, vários panfletos e adesivos.

Em Curitiba, uma candidata a vereadora foi flagrada fazendo boca de urna em um colégio no bairro Boqueirão. Ela foi encaminhada ao Fórum Eleitoral. Além disto, um homem vestido de Papel Noel também foi encaminhado depois de distribuir balas dentro do local de votação e promovendo desordem no pleito eleitoral.

Colaboração Polícia Militar