22°
Máx
17°
Min

Presidente está sendo destituída pela marcha da própria insensatez, diz Serra

O senador José Serra (PSDB-SP) anunciou voto favorável ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Em seu discurso, buscou defender que a presidente será afastada pela consequência dos próprios erros.

"A presidente da República não está sendo derrubada por seus adversários. Está sendo destituída pela marcha da insensatez que ela mesmo deflagrou", disse. E enumerou fatos que considera erros de gestão de Dilma como a queda no PIB, fechamento de empresas, aumento da dívida pública e avanço das investigações da Lava Jato.

O senador também falou sobre a situação desgastante que é um processo de impeachment. "Sou a favor do impeachment, mas sem nenhuma alegria. É um processo penoso, produz alianças estranhas, é uma quase tragédia para o País. Deveríamos de toda maneira tentar evitá-lo, se pudéssemos", afirmou.

Por outro lado, o senador ponderou que a manutenção do governo Dilma seria uma tragédia maior. Para ele, existem indícios de crime de responsabilidade da presidente.

O tucano alegou que, após o afastamento, outras fases virão. "O impeachment não representa o fim dos problemas do País, é o começo do começo da reconstrução." Serra apontou que será necessário fazer reformas; entre elas, priorizou a reforma política e ressaltou a importância dos Poderes Executivo e Legislativo trabalharem juntos.