24°
Máx
17°
Min

PSB faz duro ataque ao governo em nova propaganda política

O PSB vai atacar diretamente o governo da presidente Dilma Rousseff em seu horário de propaganda partidária, que vai ao ar na TV nesta quinta-feira, 24, à noite. Já nas propostas apresentadas pelo partido, consta a mudança de regime do governo para o parlamentarismo.

O filme é considerado pelo próprio presidente do partido, Carlos Siqueira, como um dos mais críticos ao governo e ao PT. O vídeo também convida o público a usar na internet a hashtag #chegadeperder. Na peça, o partido listou 9 pontos negativos da administração Dilma Rousseff, cuja imagem satirizada aparece por diversas vezes.

Entre as críticas estão a falta de incentivo à indústria, desemprego, inflação e, sobretudo, o desgoverno e a estagnação política. "Nossa principal crítica não é nem à corrupção, mas à forma de desenvolvimento que o governo optou. Preferiram privilegiar o sistema financeiro ao invés do trabalho e da produção", disse Siqueira durante a apresentação da campanha.

Quanto à proposta de parlamentarismo, Siqueira afirmou que é um "reencontro" do partido com sua tese inicial. "Em sua fundação, o PSB defendia o modelo de governo parlamentarista", argumentou.

A propaganda é assinada por Marcos Martinelli, marqueteiro da campanha vitoriosa de José Ivo Sartori (PMDB) ao governo do Rio Grande do Sul em 2014.