26°
Máx
19°
Min

PT e PSD divulgam indicados para comissão especial do impeachment

O PT divulgou nesta quinta-feira, 17, a lista de seus oito membros titulares da comissão especial do impeachment na Câmara dos Deputados. PT e PMDB tem o maior número de vagas no colegiado.

Os titulares do PT serão: Zé Geraldo (PA), Pepe Vargas (RS), Arlindo Chinaglia (SP), Henrique Fontana (RS), José Mentor (SP), Paulo Teixeira (SP), Wadih Damous (RJ) e Vicente Cândido (SP).

Os parlamentares integram a "tropa de choque" petista. Os suplentes serão: Padre João (MG), Benedita da Silva (RJ), Carlos Zarattini (SP), Luiz Sérgio (RJ), Bohn Gass (RS), Paulo Pimenta (RS), Assis Carvalho (PI) e Valmir Assunção (BA).

Outro partido governista a apresentar a lista de representantes nesta manhã foi o PSD. Com quatro vagas, os titulares da bancada serão o líder Rogério Rosso (DF), Júlio César (PI), Paulo Magalhães (BA) e Marcos Montes (MG). Rosso é apontado como possível presidente da comissão.

Os suplentes do PSD serão os deputados Irajá Abreu (TO) - filho da ministra da Agricultura Kátia Abreu -, Goulart (SP), Evandro Roman (PR) e Fernando Torres (BA).

O PR, que minutos atrás divulgou sua lista de indicações, já fez alterações na representação da bancada na comissão. O deputado José Rocha (BA) saiu da suplência para a titularidade, no lugar de Aelton Freitas (MG), que será suplente.

PSB

O PSB indicará os deputados Bebeto (BA), Danilo Forte (CE), Tadeu Alencar (PE) e Fernando Coelho (PE), líder do partido na Câmara, para as quatro vagas titulares que terá direito na comissão do impeachment na Casa. Segundo o líder da legenda, os quatro votarão "fechados" a favor do impedimento da presidente Dilma Rousseff, até mesmo Bebeto, que é próximo ao PT da Bahia e ao chefe de gabinete da presidência da República, Jaques Wagner.

Para as quatro vagas de suplente, o partido indicará os deputados João Fernando Coutinho (PE), JHC (AL), Paulo Foletto (ES) e Jose Stédile (RS).