22°
Máx
14°
Min

PTB prevê apenas 4 votos do partido contra o impeachment na Câmara

(Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados) - PTB prevê apenas 4 votos do partido contra o impeachment na Câmara
(Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados)

A bancada do PTB na Câmara deve anunciar nesta quarta-feira, 14, posição majoritária a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Dos 19 deputados do partido, a direção da sigla prevê que apenas quatro votarão contra o impedimento da petista no domingo, 17, em plenário.

Segundo a presidente do PTB, deputada Cristiane Brasil (RJ), os deputados Arnon Bezerra (CE), Adalberto Cavalcanti (PE), Paes Landim (PI) e Pedro Fernandes (MA) votarão contra o impedimento. Todos por questões locais. O partido respeitará os votos deles, ou seja, não vai puni-los.

A dirigente afirma que o número de parlamentares contrários ao afastamento de Dilma era maior, mas diminuiu nos últimos dias, após os anúncios de desembarque de partidos como o PP. Segundo ela, deputados como Zeca Cavalcanti (PE) e Jorge Côrte Real (PE) passaram a apoiar o impeachment nos últimos dias.

Pelo placar do impeachment do Estadão, dos 19 deputados do PTB, 12 se posicionaram a favor do afastamento de Dilma e 3, contra. Outros dois se disseram indecisos e mais dois não foram encontrados ou não quiseram responder à pesquisa.

O anúncio do PTB será feito após reunião da bancada no fim da tarde, comandada pelo líder do partido na Casa, Jovair Arantes (GO). Aliado do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ele foi o relator do parecer pró-impeachment aprovado na comissão especial e que será votado no domingo, 17, no plenário da Casa.

A partir desta quinta-feira, o PTB voltará a ser presidido pelo ex-deputado Roberto Jefferson, delator do mensalão do PT. Após ter sua pena perdoada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), Jefferson voltou à vida política e disse que sua meta será convencer parlamentares a apoiar o impeachment.