21°
Máx
17°
Min

Renan evita responder sobre posicionamento na votação do impeachment

Ao deixar a cerimônia que instituiu o programa de revitalização da Bacia do Rio São Francisco, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), evitou responder sobre seu posicionamento na sessão de votação do relatório da comissão especial no Plenário, que dá continuidade no processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. "Na política nunca é recomendável você predizer o que vai acontecer", afirmou. Minutos antes, Renan estava ao lado do presidente em exercício, Michel Temer.

Além de Renan, os senadores que ainda não manifestaram voto, Otto Alencar (PSD-BA) e Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), também estavam na cerimônia. Otto, inclusive, fez um discurso de quase 15 minutos e recebeu afagos de Temer em seu discurso.

Questionado sobre seu posicionamento na votação desta terça-feira, 9, Valadares disse que não votaria de forma contrária a sua coerência "Temer se comprometeu com um projeto vital para o Nordeste", salientou Valadares.