22°
Máx
17°
Min

Renan não é 'pessoa mais apropriada' para criticar ninguém, diz líder do governo

O deputado federal André Moura (PSC-SE) rebateu nesta quinta-feira, 19, as críticas do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-RJ), à indicação do parlamentar sergipano para liderança do governo na Câmara. Para Moura, o peemedebista não é a "pessoa mais apropriada" para criticar ninguém.

"Se ele criticou, tenho que respeitar a crítica dele, mas acho que o senador Renan Calheiros talvez não seja a pessoa mais apropriada para criticar ninguém, né?", afirmou o novo líder do governo. "Mas eu respeito, não só dele, como de qualquer um outro", acrescentou Moura.

Mais cedo, Calheiros tinha afirmado: "essa questão de liderança do governo no presidencialismo é uma escolha do presidente da República. Por isso a pergunta: é o André Moura para o quê? Quais são os compromissos? Vamos dar efetividade em uma casa às matérias que foram aprovadas na outra? Ou vamos segmentar?".

O presidente do Senado disse ainda saber das "dificuldade que o governo está tendo, da qualidade dos líderes que está tendo que escolher na outra Casa do Congresso". "Mas no que depender do Senado, vamos fazer nossa parte para colaborar com o Brasil", declarou o peemedebista.

Moura é réu em três ações penais no Supremo Tribunal Federal (STF) e investigado em pelo menos três inquéritos na Corte, entre eles um que apura suposta tentativa de homicídio. Assim com o peemedebista, o novo líder também é investigado pela Operação Lava Jato.