23°
Máx
12°
Min

Resultado da perícia do TSE é 'absolutamente inconsistente', diz defesa de Dilma

O coordenador jurídico da campanha da presidente afastada Dilma Rousseff, Flavio Caetano, classificou as conclusões da perícia realizada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nas gráficas que prestaram serviços durante a eleição de 2014 para a chapa da petista e do presidente em exercício Michel Temer como "absolutamente contraditórias e inconsistentes".

O laudo apontou uma série de irregularidades após analisar documentos relativos às empresas Focal, VTPB e Red Seg Gráfica e registrou não ser possível afastar "desvio de finalidade dos gastos eleitorais para outros fins que não o de campanha".

Em nota, o advogado defendeu que o documento deve ser desconsiderado pela Justiça Eleitoral, que analisa ações do PSDB que pedem a cassação da chapa. "Respeitado o prazo legal, a defesa apresentará o laudo técnico divergente elaborado pelo seu assistente técnico, com total impugnação ao laudo feito pelos peritos do TSE", diz o texto.

A defesa afirma que os mesmos peritos do tribunal já haviam se manifestado pela regularidade dos pagamentos feitos às três empresas na época do julgamento da prestação de contas da campanha Dilma em dezembro de 2014.

O advogado acusa ainda os peritos de deixar de analisar inúmeros documentos, "que eliminariam quaisquer dúvidas ainda existentes".

"Mais uma vez, reafirmamos nossa certeza de que a campanha presidencial da chapa Dilma-Temer respeitou integralmente a legislação eleitoral e temos firme convicção de que a Justiça Eleitoral novamente atestará a sua plena regularidade", diz o texto.