26°
Máx
19°
Min

Sedes da CUT e do PT em Curitiba são alvo de manifestantes

(Foto: DIvulgação / CUT) - Sedes da CUT e do PT em Curitiba são alvo de manifestantes
(Foto: DIvulgação / CUT)

A sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Curitiba foi apedrejada na madrugada desta quinta-feira (17). Além das portas de vidros danificadas, os muros foram pichados com frases como “fora milícia”. A fachada da sede do PT, no bairro São Francisco, também foi pichada. Segundo informações repassadas pelo partido, um grupo de cerca de 15 pessoas foram até o local na noite desta quarta-feira (16) e ameaçaram o vigilante que fazia a segurança do prédio.

(Foto: Divulgação / CUT)

Em nota, a CUT informa que “o ataque é, claramente, resultado das ações inconsequentes de setores políticos que apostam no caos social para desestabilizar o Brasil. O ódio, disseminado por meio das redes sociais, deixa a Internet para ganhar as ruas. O maior estrago, certamente, não é físico, estrutural ou material. Os prejuízos não são contabilizados nas finanças do que deverá ser arrumado. O problema, bem como o alvo central do ataque, foi a democracia brasileira”.

A nota ainda traz que “estabelecer a violência como parâmetro de ação política não faz parte do jogo democrático, tampouco disseminar o ódio, estabelecer um estado judicial de exceção ou ainda agredir pessoas nas ruas por manifestarem opiniões diferentes. Este cenário é nitidamente de um momento de alto risco para as instituições brasileiras”.

A CUT publicou a nota na íntegra em seu site oficial.