22°
Máx
14°
Min

Sem votar na CMO, Renan convoca Congresso para apreciar meta de 2017 em agosto

O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), anunciou na noite desta quarta-feira, 13, que convocou para o dia 3 de agosto, às 10 horas, uma sessão conjunta para apreciar a nova meta fiscal de 2017. A decisão de Renan ocorre após uma tentativa frustrada de o governo tentar o parecer do senador Wellington Fagundes (PR-MT), relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do próximo ano, votar na Comissão Mista de Orçamento (CMO) hoje mais cedo.

Se passasse na CMO nesta quarta-feira, Renan havia se comprometido a convocar o Congresso ainda hoje. O governo queria aprovar a nova meta fiscal ao menos na CMO antes do recesso parlamentar a fim de dar sinais para o mercado de que tem de dar compromissos de rigor com as contas públicas.

O próprio presidente em exercício, Michel Temer, entrou em campo pessoalmente a fim de tentar viabilizar a votação da LDO de 2017. Não conseguiu, contudo, o seu intento. Ao incluir na pauta do Congresso em agosto a nova meta fiscal, Renan sinaliza que a proposta poderá ser votada diretamente em plenário, caso ela não seja aprovada, até lá, pela comissão de orçamento.