23°
Máx
12°
Min

Senado pode cometer grave erro para a democracia, alerta senador petista

(Foto: Divulgação) - Senado pode cometer grave erro para a democracia, alerta petista
(Foto: Divulgação)

O senador Humberto Costa (PT-PE) disse nesta quarta-feira, 31, que o Senado pode cometer um erro grave para a democracia se aprovar o impeachment da presidente Dilma Rousseff. "Hoje pode ser um dia triste para o nosso País".

Segundo Costa, o processo de impedimento não cumpriu pressupostos básicos definidos pela Constituição, porque não houve constatação de que tenha havido crime de responsabilidade. "Tudo se resume a um processo político capitaneado por forças que por quatro vezes tiveram sua visão da sociedade derrotada pelo povo nas urnas".

O senador apontou que nos últimos 80 anos o Brasil teve 18 presidentes, oito eleitos diretamente, três dos quais não concluíram seus mandatos, sendo que Dilma pode ser a quarta. "Alguma coisa está errada com nosso sistema político".

Ele ressaltou que o povo poderia resolver a crise política com a realização de uma nova eleição, proposta que já foi defendida por Dilma. "Não haverá saída para o Brasil sem que a democracia seja reafirmada. Temos de ter a preocupação de não lançar o Brasil na insegurança, na possibilidade de instabilidade e caos que não será superada por um governo que não tenha legitimidade do voto."

Segundo ele, o processo de impeachment é condenado pelo mundo e o Brasil se apequena com isso. "Quando as instituições falham, o caráter prevalece. Espero que prevaleça a maioria dos que têm bom caráter. Estaremos defendendo a liberdade, a democracia e o provo brasileiro".