20°
Máx
14°
Min

Servidores da antiga CGU protestam em frente ao Planalto

Cerca de 400 servidores ligados à antiga Controladoria Geral da União (CGU) protestam na tarde desta segunda-feira, 30, na Praça dos Três Poderes e caminham em direção ao Palácio do Planalto. Na gestão interina de Michel Temer a pasta foi transformada em Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle. Os servidores pedem a saída do ministro Fabiano Silveira do comando do ministério. Os servidores soltam fogos de artifício e seguram cartazes dizendo que "o combate à corrupção já tem nome: CGU" e "tirem as mãos da CGU".

Silveira teve áudios de conversas com ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado divulgados ontem pelo Fantástico. Nas conversas, ocorridas há cerca de três meses, quando Silveira ainda era do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ele aconselha Machado e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), sobre como deveriam agir em relação às investigações da Operação Lava Jato, da Polícia Federal. Ontem, Silveira procurou o presidente em exercício no Palácio do Jaburu para se explicar e teria saído de lá convencido de que Temer o daria mais um voto de confiança. No início desta tarde, após reunião com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, a decisão de Temer era manter o ministro no cargo "por enquanto".