28°
Máx
17°
Min

Sessão da Câmara de Vereadores de Curitiba foi tranquila e teve todos os projetos aprovados

(Foto: Ilustração) - Sessão da Câmara foi tranquila e teve todos os projetos aprovados
(Foto: Ilustração)

A tragédia que entristece o Brasil, o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, foi comentada na Câmara de Vereadores e motivou um minuto de silêncio para reflexão pessoal e homenagem às vítimas no início da sessão de hoje.

Na sequência, na abertura dos trabalhos, foram discutidos e votados os projetos da pauta. O título de cidadão honorário de Curitiba ao arcebispo Dom José Peruzzo, foi aprovado por unanimidade. Também foi aprovado o projeto que prorroga o prazo de adesão ao Programa de Recuperação Fiscal (Refic). A proposição partiu do Executivo e, novo prazo agora é 28 de fevereiro de 2017.

Em segunda votação, a ampliação dos locais de venda de cartões do transporte coletivo em Curitiba foi aprovado e segue para sanção. Também em segunda votação, os vereadores autorizaram a Prefeitura a comprar da Copel, o terreno onde deve ser construído o Centro de Convenções. A construção de uma passarela ligando o Shopping Jardim das Américas a um edifício garagem, entrou em votação pela segunda vez e foi aprovada.

Duas permutas, uma com a Cesbe e outra com o Clube Duque de Caxias, foram autorizadas.

A nominação de um Cmei de Maria do Rocio Maestrelli passou em primeiro turno e o título de cidadão honorário para Saturnino Hernando Gordo, também. O último projeto da pauta, que concede prêmio de Mérito Esportivo para Adriano Tiezerini e outras pessoas, foi discutido e aprovado.