28°
Máx
17°
Min

Shopping de Brasília reforça segurança e dificulta entrada de funcionários

Preocupado com uma possível invasão de manifestantes no dia da votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, um shopping na região central de Brasília não só permanecerá fechado neste domingo, 17, como adota desde cedo medidas rígidas de segurança para quem quer entrar no prédio, onde também funcionam salas comerciais. Ao redor de todo o edifício, há grades de ferro protegendo todas as entradas. Uma grossa corrente com cadeado ainda cerra a única passagem permitida no local para quem chega a pé.

Para acessar o prédio, funcionários precisam mostrar o crachá de acesso ao segurança, que mesmo assim faz uma nova verificação dos dados e passa para a equipe interna do shopping. Este será o procedimento a ser adotado durante todo o dia. Todos os trabalhadores da segurança, sem exceção, foram convocados para trabalhar neste domingo, conforme relatou um dos membros da equipe.

Quem chega de carro e costuma entrar diretamente pela garagem do shopping, também teve de passar por um ritual diferente do de costume. Teve de apresentar o cartão de acesso e mencionar os números a um segurança. Alguns metros depois, já no estacionamento, teve de mostrar identificação e aguardar que outro segurança abrisse um portão de ferro, que normalmente fica aberto.

O temor de invasão é comum nos shoppings da região, mas este, em particular, tem tomado maiores precauções, de acordo com funcionários, porque está localizado ao lado da sede da TV Globo, que costuma ser alvo de protestos de quem é contra o impeachment. Em outras manifestações, lembrou o funcionário, este shopping acabou sentindo os reflexos negativos dos ataques ao prédio vizinho.