21°
Máx
17°
Min

Sindicatos e movimentos estudantis fazem ato contra impeachment em Manaus

Centrais sindicais e movimentos estudantis se reúnem no Largo São Sebastião, centro de Manaus, para manifestação contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Em uma hora de ato, iniciado às 14h, a organização estimava a presença de 800 participantes, enquanto a Polícia Militar indicou 500. Segundo ambos, é esperada adesão maior ao longo deste domingo.

Secretário da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Berenício Lima se disse confiante no decisão contra o impeachment por parte da Câmara dos Deputados, mas prometeu reação em caso de votação a favor do impedimento da presidente. "Temos certeza que a decisão não vai passar (para o Senado). Se não acontecer, vamos para a rua fazer com que se respeite o voto, a democracia e o direito dos trabalhadores", adiantou.

Secretário estadual da juventude do PT no Amazonas, Ruan Octávio afirmou que o ato não deixa de ser político e é apoiado pelos partidos PT, PDT, PCdoB e PSOL. Ao longo da tarde, os manifestantes presentes no Largo São Sebastião acompanharão os votos no processo da Câmara, depoimentos de políticos e líderes convidados e, por fim, atrações musicais locais.