23°
Máx
12°
Min

STF mantém votação proposta por Cunha e Paraná será 6ª bancada a votar no domingo (17)

STF mantém proposta de Cunha e Paraná será 6ª bancada a votar

A bancada do Paraná na Câmara Federal está confirmada como a sexta a votar no processo de impeachment da presidente Dilma Roussef, que acontece no próximo domingo (17), no plenário da Casa. A forma de votação, definida pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), foi mantida nesta quinta-feira (14), pelos ministros do Supremo Tribunal Federal.

O STF julgou uma Ação Direta de Inconstitucionalidade do PC do B, partido aliado ao governo, que questionava a legalidade do artigo do regimento da Casa, que determinava a votação alternando entre as bancadas da região norte e da região sul. Por 7 votos a 2, a Ação foi indeferida pelos ministros.

Com isso, os deputados do Paraná serão a sexta bancada a votar, entre o Pará e o Mato Grosso do Sul. A votação de cada parlamentar acontecerá em ordem alfabética. O primeiro paranaense a votar será Alex Canziani.

Na sequência, vem Alfredo Kaefer, Aliel Machado, Assis do Couto, Christiane de Souza Yared, Diego Garcia, Dilceu Sperafico, Enio Verri, Evando Roman, Fernando Francischini, Giacobo, Hermes Parcianello, João Arruda, Leandre, Leopoldo Meyer, Luciano Ducci, Luiz Carlos Hauly, Luiz Nishimori, Marcelo Belinati, Nelson Meurer, Nelson Pandovani, Osmar Serraglio, Paulo Martins, Ricardo Barros, Rubens Bueno, Sandro Alex, Sergio Souza, Takayama, Toninho Wandcheer, Zeca Dirceu.