27°
Máx
13°
Min

Temer agradece dedicação e lealdade de Henrique Alves

O presidente em exercício Michel Temer encaminhou uma carta de agradecimento à "dedicação e lealdade" de Henrique Eduardo Alves, que deixou nesta quinta-feira, 16, o Ministério do Turismo. Henrique Alves deixou o cargo depois de ter sido citado pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado que teria recebido R$ 1,55 milhão, oriundo de propina do esquema de corrupção da Petrobras.

Mas, na verdade, a sua saída do cargo teria sido preventiva, por conta de outras denúncias que deverão ser publicadas nos próximos dias. Alves já responde a inquérito no Supremo Tribunal Federal. Na carta, publicada por Alves em seu Twitter, Michel Temer faz elogios ao desempenho do peemedebista à frente da pasta e disse que "seu legado será longo como poderemos verificar nos jogos Olímpicos".

Agradeceu também a "dedicação às causas que abraçamos e nas quais continuamos acreditando para levar o Brasil aos rumos que merecem ser trilhados para devolver esperança à população e propiciar o retorno do crescimento econômico, do desenvolvimento e da justiça social". Temer chama Henrique Alves de "caro amigo" e lembra que são companheiros de jornada dentro do PMDB "ao longo de décadas". E agradeceu ainda "a dedicação e lealdade que sempre permeou nossa relação pessoal e no campo político".