20°
Máx
14°
Min

Temer deixa residência em SP rumo a Brasília sem falar com a imprensa

O presidente em exercício Michel Temer saiu às 9h55 de sua casa, em São Paulo, em direção ao aeroporto de Congonhas, onde embarca para Brasília. O peemedebista saiu sem fazer comentários à imprensa. Em Brasília, Temer terá encontros com sindicalistas nesta tarde para discutir a reforma da Previdência.

A reunião, prevista para as 15 horas, contará também com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Depois deste encontro, o presidente em exercício conversa, às 16h, com o novo ministro da Educação e Cultura, Mendonça Filho (DEM). Um dos temas deve ser a nomeação de uma mulher para a Secretaria de Cultura. Temer foi criticado por indicar um ministério só de homens e tem tentado buscar mulheres para cargos de segundo escalão.

O presidente em exercício passou o final de semana em São Paulo, onde não cumpriu agenda pública. Ele recebeu, contudo, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, que também é filiado ao PMDB.

Pela manhã, o presidente em exercício teve a visita da filha Luciana Temer, que é secretária de Assistência Social da Prefeitura de São Paulo. Ela saiu sem dar declarações à imprensa.

Ao menos dois motoristas passaram na porta da casa do presidente em exercício, na zona Oeste de São Paulo, e gritaram "Fora Temer". Um ciclista repetiu o gesto.

Na noite deste domingo, 15, Temer foi alvo de panelaços em bairros de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Porto Alegre enquanto era exibida uma entrevista dele ao programa Fantástico, da TV Globo. O peemedebista disse ao programa não se preocupar em ser um presidente impopular "desde que isso produza benefícios para o País".