20°
Máx
14°
Min

Temer está tranquilo e só se preocupa com viagem à China, dizem senadores do PMDB

Senadores que estiveram com o presidente em exercício Michel Temer (PMDB) afirmam que o peemedebista está "tranquilo" e não se preocupa com os possíveis efeitos do discurso da presidente afastada Dilma Rousseff sobre os votos de senadores em relação ao impeachment.

Segundo dois senadores do PMDB que estiveram com Temer nesta segunda-feira, 29, ele já dá o impeachment como certo. A única preocupação relatada por ele, dizem, é se conseguirá viajar a tempo à China para participar da reunião do G-20 como presidente efetivo. "A única preocupação dele é com o tempo", contou um senador.

Temer relatou aos senadores que, para chegar a tempo à reunião do G-20, precisa decolar de Brasília no máximo às 16h de quarta-feira, 31. O avião presidencial terá de fazer pelo menos três paradas para abastecer, o que aumenta o tempo de viagem. Temer já avisou que só viajará se já estiver efetivado no cargo de presidente.

Os senadores que estiveram com o presidente em exercício procuraram tranquilizá-lo. Afirmaram que a votação final do impeachment deve acabar na madrugada de quarta-feira, dia 31. Dessa forma, Temer poderia tomar posse em uma rápida cerimônia pela manhã e viajar à tarde, antes das 16h, para o país asiático.