24°
Máx
17°
Min

Vereadora do PSOL é a mais votada em Porto Alegre e cumprirá terceiro mandato

Aos 32 anos, Fernanda Melchionna (PSOL) foi a candidata mais votada para ocupar uma vaga na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, com 14.630 votos. Este será seu terceiro mandato consecutivo. Nos últimos anos, ela se destacou defendendo pautas ligadas ao transporte urbano, como redução de tarifa e melhoria do serviço.

Após a confirmação do resultado, neste domingo, Fernanda disse que enxergava a votação como "um reconhecimento" e se comprometia a continuar atuando em prol dos direito dos trabalhadores, da juventude e das liberdades democráticas.

O segundo candidato mais votado foi Mauro Zacher (PDT), que teve 13.551 votos, seguido de Dr. Thiago (DEM), com 12.669, e Rodrigo Maroni (PR), com 11.770 votos. Assim com Fernanda, eles também foram reeleitos.

Dois vereadores eleitos pela primeira vez já integraram o Movimento Brasil Livre (MBL), que organizou manifestações a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff: Felipe Camozzato (Novo) e Ramiro Rosário (PSDB).

Além de Fernanda, o PSOL elegeu também Roberto Robaina e o Professor Alex Fraga. Com isso, aumentou de dois para três o número de representantes na capital gaúcha. A partir de 2017, o PMDB terá a maior bancada na Câmara de Porto Alegre, com cinco vereadores eleitos. Já PT, PTB e PP terão quatro cada.

Quem mais perdeu representatividade foi o PTB. Na configuração atual o partido ocupa seis cadeiras na Câmara, seguido por PDT, PMDB e PT, com quatro, e PP e DEM, com três. Porto Alegre tem 36 vereadores no total.

Eleição passada

Na eleição municipal de 2012, o candidato a vereador mais votado foi Pedro Ruas, também do PSOL. Este ano, ele concorreu como vice na chapa de Luciana Genro, do mesmo partido, que ficou em quinto lugar na disputa pela prefeitura de Porto Alegre.