21°
Máx
17°
Min

Vice-presidente argentina diz que impeachment é problema interno do Brasil

Após se encontrar com a presidente Dilma Rousseff, a vice-presidente da Argentina, Gabriela Michetti, disse que elas não conversaram sobre o processo de impeachment enfrentado pela petista na Câmara.

Segundo Michetti, essa é uma questão da política interna brasileira, sobre o qual ela não tem muito a dizer. "Tem que ser muito cuidadoso com isso, não parecia correto falar sobre um assunto sobre o qual eu não tenho muito a dizer, a não ser que o governo (argentino) está disposto a ajudar e disponível para o que precisar", afirmou.

Além de se reunir com Dilma, Michetti esteve também com o senador Aécio Neves (PSDB-MG). Segundo ela, o encontro foi rápido e o assunto também não foi tratado. O processo de afastamento de Dilma voltou à cena política do País nesta semana após a prisão do marqueteiro João Santana, que foi responsável por comandar a campanha da petista tanto em 2010 quanto em 2014.

Deixando de lado os temas políticos, a visita da vice da Argentina teve como objetivo preparar terreno para a vinda do presidente Maurício Macri ao Brasil. Em suas agendas, tanto com Dilma como com o vice-presidente Michel Temer, o foco foi como melhorar as relações bilaterais e comerciais entre os dois países.

Durante o encontro, tanto a vice quanto Dilma ressaltaram a importância da parceria entre os dois países, disseram que Brasil e Argentina devem ter um "matrimônio indissolúvel" e se comportarem não apenas como "amigos", mas como "irmãos" para superar a atual crise econômica que vem afetando o mundo inteiro.