27°
Máx
13°
Min

Copel tem o melhor desempenho entre as transmissoras do País

(Foto: Dulcineia Bedim Caetano / AENPr) - Copel tem o melhor desempenho entre as transmissoras do País
(Foto: Dulcineia Bedim Caetano / AENPr)

A Copel Geração e Transmissão apresentou o melhor desempenho entre as empresas transmissoras de energia com contratos de concessão anteriores a 2000, segundo nota técnica divulgada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). 

A empresa registrou no ciclo 2014-2015 o menor percentual de “desconto por indisponibilidade” em relação à receita anual permitida da rede básica. “Nossa relação foi de apenas 0,75%, o que significa que tivemos um índice muito baixo de desligamentos. Este é um dos principais indicadores de qualidade dos serviços prestados na área de transmissão de energia”, destaca o diretor da Copel Geração e Transmissão, Sergio Luiz Lamy. 

Regras do setor

As transmissoras de energia são remuneradas por meio de uma receita anual permitida (RAP) determinada pela Aneel. 

Quando a empresa interrompe a prestação do serviço, devido ao desligamento de alguma instalação, é penalizada. O desconto aplicado sobre a RAP das concessionárias leva em consideração o tempo que a rede ficou indisponível, seja para manutenções programadas ou por desligamentos acidentais. 

Trata-se de uma forma de regulação por incentivo, ou seja, as empresas são incentivadas a não desligar a rede, para obter o máximo possível de receita anual. “A meta é manter o sistema de transmissão disponível o tempo todo, sem interrupções e, assim, evitar descontos sobre a receita da empresa. No entanto, alguns desligamentos são necessários para que possamos fazer manutenções e garantir uma operação segura de todo o sistema”, explica a superintendente de Transmissão de Energia da Copel GeT, Ana Rita Xavier Haj Mussi. 

Equilíbrio

Manter o ponto de equilíbrio é um dos principais desafios da área de transmissão atualmente. Na Copel, para que os desligamentos eventuais não afetem o desempenho financeiro da empresa, é realizado um minucioso e permanente planejamento de todas as intervenções na rede. “Programamos as manutenções para períodos em que há desligamentos já autorizados pela Aneel, principalmente durante obras de construção ou ampliação das instalações, sempre com agilidade, eficiência e segurança”, afirma Ana Rita. 

Para facilitar esse trabalho de gestão, a Copel GeT conta com um simulador que projeta o desconto a ser aplicado na receita para cada procedimento a ser realizado na rede. A ferramenta vem sendo usada desde 2008. “O resultado positivo que a Copel GeT apresenta hoje é consequência de uma busca contínua pela elevação do padrão de qualidade dos serviços prestados na área de transmissão. E os números apresentados pela Aneel mostram que estamos no caminho certo”, completa a superintendente.

Colaboração AENPr