27°
Máx
13°
Min

Itaipu representará o Brasil na Expo Astana 2017

Foto: Divulgação - Itaipu representará o Brasil na Expo Astana 2017
Foto: Divulgação

Por determinação do Governo Federal, a Usina de Itaipu vai representar
o Brasil na Expo Astana 2017, no Cazaquistão. Em 2015, a binacional foi
apresentada na Expo Milão, em Milão, na Itália, como exemplo da produção de energia elétrica renovável com sustentabilidade. A Expo Astana, que terá como tema Energia do Futuro, acontece de 10 de junho a 10 de setembro do ano que vem.

A expectativa é receber durante os três meses de feira mais de dois
milhões de visitantes. Em abril deste ano, representantes da Embaixada do Cazaquistão estiveram na usina para conhecer projetos e iniciativas que fazem da Itaipu referência mundial em ações socioambientais, inovação, tecnologia, desenvolvimento territorial e do turismo, cultura da
equidade de gênero e uso do biogás, entre outros.

O governo brasileiro vai apresentar também, o setor elétrico do País
como o de matriz energética mais limpa do mundo industrializado, graças principalmente à utilização dos recursos hídricos. A proposta é revelar a capacidade do país de investir em diversas fontes renováveis de energia elétrica.

Eletricidade

Em relação a energia elétrica, a ideia do Governo Federal é apresentar
ao mundo a visão brasileira aplicada pela Itaipu Binacional como modelo
de gestão comprometida com fatores como sustentabilidade, o território
onde atua, as questões ambientais com ênfase na conservação da água,
as energias renováveis, o biogás e também a produção de alimentos.

"É sem dúvida, uma oportunidade ímpar para divulgar, em escala global,
a exemplar matriz energética nacional, considerada a mais renovável do
mundo industrializado, neste momento em que outras grandes nações firmam compromissos de longo prazo para prescindir ao máximo dos combustíveis fósseis em prol de energias renováveis", diz o diretor geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek.

Vencedora do prêmio internacional da ONU pelas melhores práticas de
gestão da água em 2015, a usina de Itaipu servirá como exemplo de que a
produção hidrelétrica pode ser feita com a máxima eficiência,
respeitando a sustentabilidade ambiental, social e econômica, além de
promover o desenvolvimento territorial.

Escolha de Astana 

A escolha de Astana para receber o evento ocorreu em 22 de novembro de 2012 pelo Bureau de Expositions Internacionais. "Energia do Futuro" tem como proposta focar tanto na eletricidade do futuro, como diz o próprio nome, quanto em inovações, soluções práticas e seu impacto global. Itaipu tem um case completo sobre o tema.

Primeira vez em uma Ex-República Soviética 

Pela primeira vez na história, uma exposição internacional será
realizada em uma república da Ex-União Soviética. Mais de 100 países e
10 organizações internacionais são esperados para o evento. A previsão
de visitação é de 2 a 3 milhões de pessoas durante os três meses de feira.

Serviço

O evento será realizado próximo ao centro da cidade, do aeroporto e da
estação de trem, e com rápido acesso às estradas. Os pavilhões para a
exposição começaram a ser montados em abril de 2014, com a participação de 20 empresas do Cazaquistão e 49 do resto do mundo.

Participam dos trabalhos arquitetos do Reino Unido, EUA, Alemanha,
Áustria, Holanda e China. O projeto máster é chefiado por Adrian Smith e
Gordon Gill Architecture. O prefeito de Astana, Adilbek Zhaksybekov, é o
responsável pelo evento.

Colaboração: Assessoria