21°
Máx
17°
Min

Startup de Pato Branco é selecionada para programa no Vale do Silício

Plataforma para melhorar a eficiência do estoque de alimentos em distribuidoras de alimentos foi selecionada no Founder Institute (Foto: Founder Institute/Curitiba) - Startup de Pato Branco é selecionada para programa no Vale do Silício
Plataforma para melhorar a eficiência do estoque de alimentos em distribuidoras de alimentos foi selecionada no Founder Institute (Foto: Founder Institute/Curitiba)

O sonho de muitos dos integrantes de startups, empresas nascentes com alto potencial de crescimento, é ser admitido em incubadoras ou programas internacionais de aceleração de ideias. Para os criadores da 1Stock – empreendedores que desenvolveram uma plataforma digital dedicada a distribuidoras de alimentos e pequenos mercadinhos de bairro, para venda de produtos com o prazo de validade próximo ao limite para restaurantes, bufês, padarias e outros estabelecimentos que não trabalham com estocagem de alimentos – o sonho virou realidade.

A startup recebeu a notícia de que foi selecionada no programa de incubadora e formação de empreendedores do Founder Institute. Fundado em Palo Alto, Califórnia (EUA), em 2009, o instituto tem matriz no Vale do Silício, em São Francisco, e é o maior lançador de startups do mundo em estágio da ideia. O projeto visa lançar mil empresas de tecnologia por ano e está presente em 135 cidades de 60 países. A 1Stock será integrada à sede de Curitiba da incubadora do Founder Institute.

O programa de aceleração tem duração de quatro meses, período em que os empreendedores digitais aprendem fazendo, são acompanhados por mentores, participam de cursos e são preparados para captar recursos.

“O processo de entrada no Founder Institute é bem semelhante ao de outras incubadoras e aceleradoras, com a inscrição e apresentação do projeto. Depois da avaliação, são escolhidos os projetos mais promissores. No nosso caso, fomos escolhidos e também ganhamos uma bolsa para incubá-lo lá”, conta Ana Paula Collares, diretora executiva da 1Stock.

Ana Paula acredita que a participação no Founder Institute será muito importante para ela e os sócios - Rodrigo Oliveira (diretor regional), Julianne Lam (diretora de filiais e ramificações), Hébertom Kogut (diretor de informação) e Lucas Werner (diretor de informação). “Com certeza, ao final desse processo, sairemos muito maiores do que entramos, não necessariamente como empresa, mas em termos de conhecimento e experiência. Antes, pensávamos em atender Pato Branco e região, agora estamos focando em vários países ao redor do mundo. Isso muda tudo”, analisa.

As mudanças mencionadas já estão ocorrendo. Pensando no mercado global, o nome da startup, que era Salva Comida, foi alterado para 1Stock (First Stock, primeiro estoque em tradução livre).

Rede de apoio

César Giovani Colini, gestor do projeto Startup da regional sudoeste do Sebrae, explica que o Circuito de Inovação é um programa de pré-aceleração para startups da região, que tem apoiado os empreendedores digitais sudoestinos.

“A fantástica rede de mentores montada para o circuito repercutiu em muitas conexões com programas nacionais e internacionais de aceleração. O Sebrae/PR acredita que, com a junção de talentos, treinamentos, rede de contatos e muito trabalho e dedicação das equipes, sempre serão alcançados grandes resultados como esse que a 1Stock conseguiu”, comemora César Colini.

Ambiente favorável

A 1Stock surgiu no final de 2015, como Salva Comida, com a terceira colocação no Startup Weekend Pato Branco, promovido pela comunidade local de empreendedores e startups, com apoio do Sebrae/PR. No início deste ano, a startup participou do circuito de aceleração do InovAtiva Brasil (realizado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços e executado pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi) com parceria do Sebrae e Senai). A 1Stock também é integrante ativa do SudoValley (Núcleo de Startups do Sudoeste).

“A ajuda do Sebrae/PR foi imprescindível para chegarmos até aqui. Sem o apoio, ainda seríamos os mesmos lá do Startup Weekend. Só temos a agradecer e parabenizar a todos por estas iniciativas, que sejam sempre maiores e mais presentes, pois ajudam a fortalecer o ecossistema e a transformar pessoas com pequenas ideias em grandes empreendedores”, parabeniza Ana Paula Collares.

O circuito

O Circuito de Inovação do Sudoeste, promovido pelo Sebrae/PR, tem a duração de cinco meses e será concluído neste mês de outubro.  O programa oferece aos participantes completo conteúdo de formação, capacitação e trabalhos práticos na construção de negócios inovadores, além do suporte de uma rede de mentores cujo propósito é fazer com que os participantes aprendam na prática como lançar uma empresa inovadora com perfil de startup.

Colaboração Assessoria de Imprensa.