+ Cultura

21°
Máx
17°
Min

Novidade no cenário sertanejo

(Foto: Divulgação) - Novidade no cenário sertanejo
(Foto: Divulgação)

A música sertaneja paranaense tem um novo nome: Marllon Maia. Aos 40 anos, ele coloca o pé na estrada para mostrar suas mais de 50 composições próprias. Com muita versatilidade, Maia, natural de Araucária (PR), tem a música na alma. Desde muito pequeno preferiu as canções ao futebol; o programa Som Brasil a desenhos infantis; e ouvia Milionário e José Rico, Pena Branca e Xavantinho. Daí se vê porque o sertanejo tomou conta de sua vida. Por influência do pai, não demorou a pegar uma viola. Sem aula, sem professor, ouvia uma música e a reproduzia no violão usado que ganhou aos nove anos de idade.

Pelo seu violão, quando criança, passaram Chitãozinho e Xororó, Leandro e Leonardo, Almir Sater, até que se tornou o “piá do violão” na escola. Tomou muito gosto e resolveu não só tocar e cantar, mas também compor. Aos 13 anos tinha sua primeira letra, hoje acumula mais de 50.

Seu primeiro EP acaba de sair do forno, com produção de Gustavo Arturhy, mixado e masterizado no estúdio Click Audioworks sob direção do produtor musical Paulo Bueno. Suas músicas podem ser ouvidas na sua página onde também tem vídeos com os bastidores das gravações.