Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

A televisão de hoje está na UTI e respira com ajuda de aparelhos (quase) obsoletos

- A televisão de hoje está na UTI e respira com ajuda de aparelhos

Quando o CEO da Neflix Reed Hastings disse em 2015 que a Televisão dos dias de hoje tem prazo para "morrer" e ele disse que ocorrerá em no máximo 20 anos, muitos o chamaram de lunático. Quase 2 anos depois estamos vendo que o prognóstico de 20 anos de MR. Hastings foi até otimista para os fãs do modelo atual de consumo da Televisão.

Mark Zuckerberg, presidente do Facebook, apresentou há duas semanas o resultado da emmpresa em 2016, para investidores, e apontou as diretrizes que visam dominar a televisão e obviamente toda a publicidade gerada na "telinha".

Nesta terça (14), Zuckerberg fez o seu primeiro movimento: anunciou um aplicativo para assistir vídeo em aparelhos de TV. O app sai inicialmente para os adaptadores Apple TV e Amazon Fire TV e para as smarTVs da Samsung.

(Foto: Divulgação)(Foto: Divulgação)

Você já deve ter ouvido por aí que nosso modo de consumir TV e internet simultaneamente, é atualmente feito em duas telas (enquanto assistimos TV, manuseamos o smartphone ou o tablet), e parece que Mark Zuckerberg e outros grandes players da indústria tecnológica estão dispostos a acabar com esse comportamento o mais breve possível.

Quando Zuckerberg disse certa vez que iria levar a internet inteira para dentro do Facebook, ele esqueceu de mencionar que dentro desse caminhão de mudanças possivelmente estariam os televisores do caminhão do Faustão.

Confira a íntegra da matéria da Folha de São Paulo

Um abraço e até a próxima!