Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Muito prazer, este é o investimento.com.vc

- Muito prazer, este é o investimento.com.vc

Esse é o primeiro artigo da série “Investimento.com.vc”, onde falaremos em uma linguagem simples e direta sobre investimentos em Ações, Títulos Públicos, Imóveis, Franquias, Empreendimentos ou qualquer outra das milhares de maneiras de transformar Dinheiro em mais Dinheiro. E eu não poderia começar sem despertar individualmente em cada um de vocês a principal questão quando tratamos de Investimentos, sejam em Bolsa de Valores, seja em Imóveis, no Restaurante dos seus sonhos, ou mesmo nos sofríveis produtos bancários: “O que é um bom investimento?”

Não existe rotina e monotonia. Todos os dias surgem possibilidades diversas. Essa é a mágica!

Antes desse primeiro dia escrevendo, em uma das muitas madrugadas que a cabeça fica em ebulição tendo ideias de investimentos e negócios, listei exatos 39 temas importantes para escrever para vocês, os quais, tenho certeza, vão se multiplicar para mais de 100 em poucos dias. Isso quer dizer que Investimento é um assunto complicado? Não. Quer dizer que você precisa aprender muita coisa antes de começar? Também não. Essa é a graça dos Investimentos. As possibilidades são quase infinitas, os assuntos se interligam, se associam, se anulam, se ajudam. Uns são simples, outros complexos, mas a maioria é emocionante. Não existe rotina e monotonia. Todos os dias surgem possibilidades diversas. Essa é a mágica!

Em um país onde apenas 0,25% da população têm ou já tiveram posição acionária em  Bolsa de Valores

Em um país onde apenas 0,25% da população têm ou já tiveram posição acionária em Bolsa de Valores, você acredita não estar pronto para Investir, correto? Bom, a maioria não está e nunca foi estimulada para tal. Desde o nosso jardim de infância não fomos educados para Investir, Especular, Apostar, Assumir Riscos. O máximo que ensinam para as crianças é a colocar moedas nas costas de porquinhos de cerâmica, para um dia quebrá-los e trocar por um pé-de-moleque. Por sorte, minha infância foi bem diferente. Logo cedo foi despertada a magia dos investimentos e das realizações que poderíamos alcançar com bons investimentos. Minha principal figura paterna, meu avô, era um empresário do comércio, empreendedor, diretamente envolvido com Futebol, Boxe, Maçonaria, Imprensa e por razões legais brasileiras não foi dono de Cassino (que sorte, hein!). Ganhou fortunas em vida e as torrou em vida, vivendo. Homem sábio. Meu pai era Operador de Bolsa, meu tio foi Presidente da Bolsa, alguns primos igualmente eram operadores de Bolsa ou trabalhavam em bancos de Investimentos. Era como uma família de músicos, onde crianças aprendem a tocar piano aos 5 anos. Genética, muitos poderiam dizer. Mas não era apenas genética. Era o estímulo do “Por que Investir” nisso ou naquilo, presente e ao meu redor o tempo inteiro.

Eu gosto do desafio de quebrar os paradigmas e fantasmas criados por gerações.

E foi justamente iniciando centenas de cursos, palestras e reuniões com clientes com a pergunta “Qual o objetivo dos seus investimentos?” que percebi a carência desse assunto no nosso país. Para ficar Rico, largar tudo e viver de renda, diz a maioria. E mesmo sendo uma resposta quase intuitiva e automática, a maioria não faz ideia do quanto precisa acumular de riquezas. O que é ser Rico? Poderíamos ficar anos discutindo esse estado de espírito, mas para simplificar, as pessoas simplesmente não sabem aonde querem chegar. E, mesmo detestando utilizar metáforas para falar sobre Investimentos, as pessoas não sabem o tamanho da montanha que desejam escalar, nem ao menos sabem como escalar. Mas uma coisa é certa, querem escalar. Eu particularmente me interesso bastante pela pequena parcela de pessoas que responde que nunca investiu, que tem medo, que tem receios e já ouviu algumas histórias drásticas sobre algum parente que investiu e perdeu tudo. Eu gosto do desafio de quebrar os paradigmas e fantasmas criados por gerações. E nessa série de matérias, artigos e vídeos, falaremos por todos e para todos, desde os que estão empolgados para a escalada dos Investimentos aos que sentaram no chão, abraçados nos joelhos trêmulos. Chega de metáforas piegas para falar de Investimentos como “massa de bolo”, “o mar está pra surf” ou qualquer outra baboseira sobre um assunto tão simples e mágico como Investimento e vamos para o que interessa e traz resultados. Vamos entender os perfis de investidores. Produtos financeiros e a confusão de siglas que o sistema bancário criou para você ficar confuso. O que é um bom investimento? Risco é ruim? Precisa de liquidez? É, teremos mais do que 100 assuntos. E antes tarde do que nunca, o Investimento com você começou.


Tem dúvidas? Quer saber mais?

Preencha seus dados abaixo, em breve um de nossos assessores estrará em contato.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo