Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Imperdível? Taxas dos Cartões de Crédito perderam a vergonha.

- Imperdível? Taxas dos Cartões de Crédito perderam a vergonha.

Parece piada, alguma pegadinha do Mallandro (Yeah Yeah!), mas está mais para Rolando Lero. Então vamos prestar atenção nas faturas de cartão e ficar de olho nos ensinamentos do Prof. Raimundo, porque o salário, ó... Brincadeiras a parte, a razão que me fez escrever esse artigo é simples: fico inconformado com a cara-de-pau dos Bancos e operadoras de cartão e a incrível naturalidade que tentam enganar os menos informados.
Vejam a completa falta de timidez que o cartão de crédito te oferece um "agrado". E detalhe: é uma fatura simples, de um cliente sem dívidas nem atrasos. 

Parcele sua fatura a uma taxa de 9,29% ao mês. E custo efetivo total de 206,18% ao ano. Imperdível, não é? 

Vamos jogar limpo? A taxa básica de juros no Brasil está em 8,25% AO ANO. E o Banco quer te oferecer essa "grande oportunidade" (para o banco, claro!) e te emprestar dinheiro a uma taxa de 9,29% AO MÊS. Singelos 206,18% ao ano! E não adianta discar 190. Isso não é considerado crime pelo Banco Central. Nem é considerado agiotagem. Sensacional, não é mesmo?

O Banco toma dinheiro emprestado a 8% ao ano e quer te emprestar a 206%. Excelente negócio, hein?

Sabe o que é mais legal nessa história? Se você comprar um CDB do Banco - literalmente você está emprestando dinheiro ao Banco -  ele te pagará cerca de 8% ao ano. Nessa taxa anual, você precisaria de exatos 15 anos para ganhar 206%. É... O Banco toma dinheiro emprestado a 8% ao ano e tenta enfiar até 206% goela abaixo dos menos informados, desorganizados, desesperados. Não existe limitações éticas e morais nos poucos players do sistema bancário. A Ganância perdeu o limite do exagero e do desnecessário no Brasil.

Uma das minhas missões aqui é não deixar você cair nessas pegadinhas bancárias.

É triste que uma instituição bancária gigantesca sinta necessidade de agir assim. Não sei como dormem a noite. Mas... Cabe a você não se deixar levar pelo golpe do malandro. Uma das minhas missões aqui é não deixar você cair nessas pegadinhas bancárias. É aquela velha história (e passe-a adiante): Todos os dias um Malandro e um Trouxa acordam e saem de casa. Se os dois se encontrarem, sai negócio.


Veja mais artigos e vídeos em: www.investimento.com.vc