Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Autista é mantida sob cárcere pelo próprio pai e comia terra e fezes

(Foto: Polícia Civil/Divulgação) - Autista é mantida sob cárcere pelo próprio pai e comia terra e fezes
(Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Em Belo Horizonte, a Polícia Civil apresentou nesta segunda-feira (21) um homem de 61 anos suspeito de manter a própria filha, de 39 anos, em cárcere privado. A mulher que é autista e não fala, durante o dia ficava em um lote com um cachorro e durante a noite ficava trancada em um quarto. Os maus-tratos começaram há cerca de um ano, quando a madrasta foi morar com o pai da vítima.

Segundo informações, ela foi isolada para evitar dar trabalho ao casal. O local onde a vítima ficava era um terreno onde funcionava um estacionamento.  

A polícia constatou que a vítima tinha como companhia um cachorro, e que além da alimentação ser jogada pelo muro em potes de sorvete, ela também comia terra e suas próprias fezes. A vítima tinha a calça rasgada na parte de trás para fazer suas necessidades fisiológicas.

A mulher do suspeito também foi presa. O casal responderá por sequestro e cárcere privado.

A vítima foi encaminhada ao Centro de Referência em Saúde Mental (Cersam) Nordeste onde seria atendida e medicada. Depois, ela será entregue às três irmãs que, segundo a polícia,  sabiam da situação, mas não podiam intervir já que o pai era o tutor e decidia sobre a situação.

Veja o vídeo do local onde a mulher ficava