Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Conselheiros mantêm suspensão da tarifa de R$ 4,25 em Curitiba

Como já era esperado, os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE), de forma unânime, mantiveram a suspensão do aumento da tarifa de ônibus do transporte público de Curitiba. Sequer houve discussão. 

Em sessão do pleno, os conselheiros acompanharam a decisão cautelar do conselheiro Ivan Bonilha. Desta maneira, fica suspenso o reajuste que elevou o preço da tarifa de R$ 3,70 para R$ 4,25.

Como a prefeitura de Curitiba já esperava esta decisão do TC, a procuradoria jurídica do município ingressou com uma ação na Justiça para sustar os efeitos da decisão cautelar do tribunal e continuar cobrando R$ 4,25. 

Com a judicialização da discussão do aumento da tarifa, caberá ao Poder Judiciário dar números finais para o preço da passagem de ônibus em Curitiba. Agora é esperar a guerra jurídica que se avizinha.  

Além do TC, outro personagem entrou nesta discussão. O Ministério Público do Paraná encaminhou ao prefeito de Curitiba Rafael Greca e também a Urbs, empresa que administra o transporte público da capital, em que cobra esclarecimentos sobre o aumento da passagem. A prefeitura tem 15 dias para responder.