Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Políticos e empresários de olho na suplência de Beto Richa no Senado

A eleição para o Senado Federal é só em 2018, mas tem muito empresário e político de olho nesta disputa. 

Eles não querem concorrer ao cargo. Eles desejam a suplência do futuro candidato ao Senado Beto Richa (PSDB). 

Nos bastidores dá política comenta-se que Richa pode virar ministro de Estado caso PSDB venha a vencer a eleição presidencial. Ou até mesmo, numa aliança costurada pelos tucanos. 

Esta probabilidade foi suficiente para abrir os olhos de muitos empresários e políticos para a suplência de Richa -- já que seriam eles a de fato exercer o mandato no Senado Federal. 

Duas vagas estarão em jogo em 2018 -- a de Roberto Requião (PMDB) e da petista Gleisi Hoffmann. 

O peemedebista deve disputar a reeleição, embora tenha dito a alguns aliados que não descarta disputar o Palácio Iguaçu. Já o futuro de Gleisi é incerto. Ela deseja se reeleger por mais oito anos, no entanto, não descarta disputar uma cadeira na Câmara Federal. 

Atingida em cheio pelo escândalo da Lava Jato, que apura um rombo bilionário na Petrobras que, entre outras coisas, irrigou ilegalmente diversas campanhas políticas, Gleisi acredita ser mais fácil conquistar uma vaga na Câmara dos Deputados do que a reeleição no Senado.