Não pare de evoluir pelo medo do que dizem sobre você!

Por Ketlin Roberto

Desde muito novos, somos ensinados a dar muito mais valor ao que nos orientam do que das atitudes que nós mesmos queríamos provar e vivenciar, perdendo nossa autonomia para escolhas.

E naturalizamos o fato de que a opinião das pessoas próximas (ou não) se tornam facilmente ouvidas e ‘obedecidas’.

Mas te pergunto: você já parou realmente para avaliar o quanto de VOCÊ tem nas suas decisões?

O quanto o que vem vivenciando é por você ou o que acha que é o certo a ser feito, dado a tudo que te orientam?

Se sente dona das suas escolhas?

Somos orientados a ser aceitos, educados, honestos, não que seja errado, mas antes, temos que oferecer isso a nós mesmos. Por nós.

Te convido para essa reflexão. Não se permita passar pela vida sendo refém das opiniões de quem não sente como você.  Não se permita parar de evoluir para ser o que dizem que você deveria ser. Se permita viver quem você é a partir do que fizeram de você.

Não se deixe ser alguém cheio de afazeres e com um vazio existencial ferrenho, por estar fazendo demais, mas não aquilo que te faz vibrar na sua própria direção.

Faça por você ao ponto de que, quando for fazer algo para alguém, seja genuíno, seja por você também.

Te convido ao processo de autoconhecimento, sem mais reproduzir padrões, escolha com a clareza da sua felicidade genuína.

FAÇA POR VOCÊ!