Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Curitiba, PR
Clima
26.2ºC
Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Adeus Edson… Obrigado, Pelé

Redação

Redação

Pelé é como Beatles, como Jesus Cristo, como Buda. Não existe uma pessoa no planeta que não tenha ouvido falar. O menino Edson, de Três Corações… filho do João, o Seu Dondinho, e da Dona Celeste. Pelé? Bom… Pelé foi assim… Edson tinha um amigo goleiro, de apelido Bilé. Aos onze anos de idade, por conta de um problema de dicção, o menino Edson não conseguia falar direito e falava Pilé, Pelé e pronto, virou o apelido do futuro Rei. Ele não gostava… E, claro, por isso o apelido pegou. E quem poderia imaginar que este apelido acabou se transformando numa marca registrada.

Foto: Acervo pessoal/Mauro Mueller

Julho de 1956: o futebol no planeta começou a mudar pra sempre. Foi o ano em que Pelé chegou no Santos, com quase 16 anos de idade. Isto foi dois anos antes da Copa do Mundo que Pelé ajudou a conquistar, das três que tem Pelé no elenco canarinho.

Cada partida de futebol se transformou num show, num espetáculo. Com Pelé em campo o jogo era um grande evento. O Pelé dos mil gols. O mais jovem a conquistar uma Copa do Mundo, o atleta do século, eleito o melhor jogador de futebol em todos os tempos, o ser humano mais conhecido de todo o planeta. O homem que ultrapassou os limites da lógica. O jogador mais completo do futebol.

Diziam que o futebol foi inventado pra ele jogar. Diziam que Pelé não é desse planeta. Enquanto eu repito frases de grandes craques da bola, você que é mais novo pode se perguntar: será que era tudo isso mesmo? Ou será só uma lenda?

Toda lenda é assim mesmo. Quem garante veracidade é quem viu e sabe contar. Quem não viu, apenas se encanta ao ouvir as histórias e ver nos vídeos. Ainda bem que temos muita imagem para eternizar Pelé e suas conquistas… Dentro e fora dos gramados. O Pelé que jogava bola levou o Brasil a todos os cantos, com ela nos pés, ou embaixo do braço, divulgando o nosso país… E aos 82 anos de idade, se despediu desta vida e vai ficar na memória de cada um de nós, terráqueos, como Pelé, o Rei do futebol. Apesar de boatos de que ele é de outro planeta, o Pelé que também é ser humano. Tive a chance de estar em alguns momentos com ele e percebi. Pelé era real.

Sobre o autor

Filho de radialista, Mauro Mueller (@mauromueller) começou sua carreira no rádio, aos 14 anos e já trabalhou nas principais emissoras de Curitiba e São Paulo. É músico, compositor, poeta, cronista e contista. Também é palhaço e ator. A sua relação com o jornalismo esportivo começou em 2001, quando coordenava a Rádio Transamérica de Curitiba e implantou um projeto inovador para o rádio esportivo. Está no Show de Bola desde sua estreia, em 2010.

Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Ative as notificações e fique por dentro das notícias

Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia