Grande Portiere, Gabriel!

Gabriel Vasconcelos nasceu em Unaí, Minas Gerais. Da base do Cruzeiro ele foi negociado junto ao Milan da Itália, e não ficou muito conhecido do futebol brasileiro. O titular absoluto da função do time azul de Minas era o Fábio. Por isso, Gabriel acabou optando por jogar na Europa, já que seria difícil disputar vaga com o goleiro bi-campeão Brasileiro. 

Sua experiência italiana inclui Carpi, Napoli, Cagliari, Empoli, Perugia e Lecce, em pouco mais de sete anos de Europa. Em 2010, Gabriel teve uma convocação para a seleção brasileira Sub-17, e no ano seguinte se destacou como goleiro titular na conquista do Sul-Americano e do Mundial Sub-20. Em 2012, ele esteve na conquista da medalha de prata das olimpíadas de Londres, jogando no mesmo time que Neymar, Thiago Silva, Oscar, Marcelo, Pato e Hulk. Ao todo, o goleiro somou vinte e um jogos com a camisa da seleção de base.

Aos 29 anos de idade, Gabriel volta ao Brasil para defender o gol do Coritiba, tão carente de um titular na posição. No alto dos seus 1,93m, jogou sua primeira partida no clube quase um mês depois de ser contratado, porque logo que chegou teve um problema de saúde e a torcida teve que esperar para vê-lo jogando. Pé quente, a estreia foi com vitória, não tomou gol e, pelo que vi jogando, me deu a nítida impressão de que o gol do Coxa estava esperando a sua presença. Os italianos diriam: “un grande portiere per la squadra Coxa”.

Sobre o autor

Filho de radialista, Mauro Mueller (@mauromueller) começou sua carreira no rádio, aos 14 anos e já trabalhou nas principais emissoras de Curitiba e São Paulo. É músico, compositor, poeta, cronista e contista. Também é palhaço e ator. A sua relação com o jornalismo esportivo começou em 2001, quando coordenava a Rádio Transamérica de Curitiba e implantou um projeto inovador para o rádio esportivo. Está no Show de Bola desde sua estreia, em 2010.