Tite equilibrista

Por Mauro Mueller

Ouvi toda a coletiva de imprensa da seleção brasileira deste dia 21 de setembro. O treinador do time é um excelente palestrante, às vezes se confunde com um orador, pastor, um padre. Decupando o melhor do que Tite fala, os ensinamentos são muito abrangentes, que o ouvinte pode levar para seus ambientes de família e trabalho, seja qual for ramo de atividade você exerça.

No caso do futebol, Tite respondeu várias perguntas usando a palavra “equilíbrio”. “Equilíbrio” de convocar jogadores para várias posições, manter um esquema de atenção e treino, usando o “equilíbrio” e a igualdade para todos os atletas e comissão, manter um “equilíbrio” tático entre a defesa, meio e ataque, ter um “equilíbrio” entre posse de bola e finalizações eficientes, consistência “equilibrada” entre a ansiedade, a pressão e a alegria de jogar futebol, enfim. Estabelecer um “equilíbrio” é uma máxima da vida.

Na vida precisamos manter este equilíbrio. Um dos fundamentos mais interessantes e verdadeiros para conquistas pessoais e profissionais.

Imagine a pressão que a torcida exerce, que a imprensa exerce, que todas as pessoas em volta jogam nos envolvidos com a seleção que vai à Copa do Mundo e até quem não será convocado e que acaba influenciando o dia a dia que entra em campo os 90 minutos. E o professor Tite, depois de tantos títulos em clubes, depois de passar por uma Copa da Rússia sem conquista, do alto de seus 61 anos de idade e 33 de carreira como treinador, ainda busca o equilíbrio, dizendo: “que a gente tenha a responsabilidade da camisa amarela, mas também tenha a alegria e o prazer de equilibrar essas duas… dos dois fatores”.,

Sobre o autor

Filho de radialista, Mauro Mueller (@mauromueller) começou sua carreira no rádio, aos 14 anos e já trabalhou nas principais emissoras de Curitiba e São Paulo. É músico, compositor, poeta, cronista e contista. Também é palhaço e ator. A sua relação com o jornalismo esportivo começou em 2001, quando coordenava a Rádio Transamérica de Curitiba e implantou um projeto inovador para o rádio esportivo. Está no Show de Bola desde sua estreia, em 2010.