Após 16 anos, Twitter cria ‘botão de edição’

16 anos após sua fundação, o Twitter confirmou na terça (5) que vai lançar um botão de edição de tuites. O comunicado oficial, feito pela empresa, diz que desenvolve desde 2021 a ferramenta tão esperada.

No entanto, o recurso ainda está em fase de testes. Por isso, quem terá o privilégio de acessar a novidade, por enquanto, serão os assinantes do Twitter Blue – serviço extra que disponibiliza recursos extras aos pagantes. 

A edição funcionará da seguinte forma: as configurações do publicação poderão ser acessadas e lá terá um botão editar tuite, para assim alterar a versão original da mensagem.

Segundo o Twitter, ainda há definições sobre os detalhes da ferramenta, assim como o limite de alterações, além da janela de tempo em que as publicações poderão ser alteradas.

“Limites de tempo, controles e transparência sobre o que foi editado, o recurso poderia ser usado para alterar o registro de uma conversa pública”, disse Jay Sullivan, vice-presidente de produtos do Twitter. Segundo o executivo, proteger a integridade do discurso público é a principal prioridade da empresa com o novo recurso. A empresa ainda disse que o botão será disponibilizado nos “próximos meses”.

Musk no Twitter

Na segunda (4), o dono da Tesla e executivo da SpaceX, Elon Musk, tornou-se o maior acionista individual e principal acionista do Twitter. Musk desembolsou US$ 3 bilhões (R$ 14 bilhões na cotação atual) para comprar 9,2% das ações. 

Após a aquisição, ele foi convidado a se tornar membro do conselho das ações da empresa. Com a aquisição do homem mais rico do mundo, as ações da empresa de tecnologia registraram alta de 27%.

Informações do Portal SBT News.