Caio Castro e Rafa Kalimann são acusados de homofobia por apoio a pastor


O ator Caio Castro e a apresentadora Rafa Kalimann, finalista do “BBB 20“, foram alvo de críticas após compartilharem um vídeo de um pastor falando sobre ser contra o matrimônio gay e até mesmo contra o relacionamento homossexual. Rafa apagou a postagem e publicou um pedido de desculpas.

No vídeo, o pastor é perguntado se é a favor do casamento gay e responde: “Não, eu não sou a favor do relacionamento [entre pessoas do mesmo sexo]. Mas eu respeito”.

E, em seguida, conta: “Eu vivi com um cara que era meu irmão, e ele era gay. Ele tinha uma situação [financeira] melhor que a minha. Eu usava o tênis dele, as roupas dele. Eu não tenho problema nenhum. Eu tenho valores, não vou abrir mão deles. Se você me perguntar se eu acho certo, eu não acho. Mas isso não nos torna inimigos”. Após ser criticada, Rafa Kalimann apagou a postagem e publicou um pedido de desculpas em seu Twitter, no qual disse que seu intuito “era repassar aquilo para aqueles que tratam mal os LGBTs por conta de religião, pra de uma vez por todas isso parar”.

Gilberto Nogueira, ex-participante do “BBB 21” que é abertamente gay e cristão, respondeu a retratação de Kalimann, explicando por que o vídeo era problemático.

Gil finalizou a conversa dizendo que acha “válido e nobre quem reconhece e pede desculpas”. Caio Castro, até o momento, não se manifestou sobre o vídeo compartilhado.

Informações do UOL