Produção paranaense, “Coração de Neon” vence como melhor longa-metragem do FestCine Pedra Azul

Os ganhadores do festival de cinema FestCine Pedra Azul, realizado no Espírito Santo, foram anunciados na noite de domingo (14). Indicado nas seis categorias para longas-metragens, o filme curitibano Coração de Neon conquistou três troféus: melhor direção, melhor roteiro e melhor longa-metragem.

A produção, que tem estreia prevista para março de 2023, tem como diretor, produtor e roteirista o cineasta Lucas Estevan Soares. Também tem direção e produção de Rhaissa Gonçalves.

“Estou muito feliz de representar a minha cidade, Curitiba, com Coração de Neon. A gente sabe que o filme carrega, em essência, o que é a cidade, de onde eu vim. Estou muito feliz de saber que a história do Coração de Neon está ultrapassando as fronteiras do Brasil, as fronteiras do estado do Paraná”, diz Lucas.

O filme vem percorrendo os festivais internacionais desde o início do ano. Agora, em solo brasileiro, o FestCine abraçou a produção, o que coloca a equipe do Coração de Neon em festa.

Prêmios Internacionais

Os troféus no FestCine Pedra Azul vem após uma fase de prêmios e reconhecimentos internacionais. Um deles foi o Special Juri Remi Award (55º WorldFest Houston International Film Festival, realizado nos Estados Unidos), ou seja, a escolha do júri como o melhor filme do festival.

Também foi o melhor filme de língua estrangeira do Moscow International Film Festival, além da seleção e exibição em outros vários festivais internacionais. Uma destas seleções, por exemplo, foi para o Not Film Fest, na Itália. Em novembro, Coração de Neon fecha a turnê europeia no Festival Internacional de Trieste, também na Itália.

Mas um dos grandes feitos não veio exatamente em forma de prêmio. Durante o Festival de Cannes, na França, Coração de Neon foi aclamado pela crítica e considerado como aposta para o “novo cinema popular brasileiro”.