Coral Negro de Curitiba inicia apresentações presenciais no Dia da Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra se aproxima e o Coral Negro de Curitiba marca a data para iniciar oficialmente as apresentações presenciais na missa, que será realizada na Igreja do Rosário dos Pretos de São Benedito, no dia 20 de novembro, às 9 horas.

O espaço religioso foi construído na capital paranaense, mais precisamente no histórico Largo de São Francisco, pelos escravizados, em 1946. O Dia da Consciência Negra foi criado em 2003 e instituído no país em 2011 pela lei n º 12.519, sendo a data escolhida em função da morte do líder negro Zumbi dos Palmares, que lutou pela libertação do povo negro contra o sistema escravista.

O Coral Negro de Curitiba, criado em 5 de janeiro de 2021, é inter-religioso e aberto a todos. O objetivo é valorizar as raízes do povo negro que vive e trabalha na capital paranaense, mostrando a arte em forma de música.

Em função da pandemia do coronavírus, os ensaios foram organizados online por grupos de naipes de voz, de acordo com a disponibilidade dos mais de cinquenta integrantes cantores e dos professores de técnica vocal. Com a flexibilização das medidas protetivas os ensaios passaram para a forma presencial, seguindo os protocolos sanitários determinados pelas autoridades da saúde.

O Coral Negro, além de possuir um Grupo Gestor, também instituiu um Grupo de Estudos que trabalha para a conscientização e o empoderamento da comunidade.

Para o coordenador do Coral, Eduardo de Oliveira Filho a importância do Dia da Consciência Negra é justamente possibilitar uma profunda reflexão a respeito da convivência negra, da intolerância e dos pré-conceitos ainda tão enraizados na sociedade.