Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Comunique-se entrega prêmios para os melhores jornalistas de 2017

Na noite de terça-feira, 26, a 15ª edição do Prêmio Comunique-se entregou troféus para os melhores jornalistas de 2017, das mídias impressas, online, do rádio e da TV. O evento, realizado em São Paulo, teve como tema "Monstros do Jornalismo" e contou com a apresentação de Fábio Porchat, Fernanda Gentil, Serginho Groisman, Felipe Andreoli, Celso Zucatelli e Thalita Oliveira.

Os discursos dos vencedores foram marcado por falas que ressaltam a importância do jornalismo em tempos de crise, e o humor ácido de Andreoli e Porchat ainda incluiu críticas ao governo Michel Temer e ao prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.

Sandra Annenberg desbancou Maria Beltrão, do Estúdio i e Rodrigo Bocardi, do Bom Dia SP, e levou o prêmio de Melhor Âncora para casa. A jornalista dedicou seu prêmio aos seus colegas de profissão e falou sobre o ritmo de trabalho nos últimos anos.

"Esse prêmio não é só meu, é do Rodrigo, que faz um trabalho incrível na bancada do Bom Dia SP. E Maria, eu sou sua fã. Esse prêmio é nosso, de todos nós jornalistas. E que tempo nós vivemos, e não falo apenas da recessão e da crise política. Que tempo nós vivemos com esse volume e com essa velocidade de informação, não dá tempo nem de ir ao banheiro que já tem uma nova operação, um furacão, um tuíte do Trump. Mas que bom que a gente está trabalhando assim em um País de 14 milhões de desempregados, que bom que ainda temos emprego e que a gente está junto, junto para mostrar tudo o que está acontecendo, de forma verdadeira. É difícil em tempos de fake news, de polarização e de tanta intolerância", disse Sandra.

Na categoria Jornalista de Esporte, Mauro Beting levou o prêmio no setor mídia escrita, Cléber Machado foi escolhido o melhor locutor e, na mídia falada, o troféu ficou para Fernanda Gentil - que também era uma das apresentadoras do evento. Ao receber o prêmio, a jornalista do Esporte Espetacular agradeceu à TV Globo, à sua família e à sua namorada, Priscila Montandon.

"O último ano foi um ano de mudanças para mim, como vocês sabem. Fico muito feliz de ganhar esse prêmio e quero agradecer à Globo, e à toda equipe, que não mudou em absolutamente nada a relação comigo nem no meu trabalho, eu pude continuar vendo vocês, trabalhando com vocês, admirando vocês e aprendendo com vocês. Por conta de tudo isso que vocês mesmo noticiam, em um País como nosso com preconceito e as fobias todas por aí. Inclusive, em um lugar onde se sugere a cura para algo que não tem cura, eu tive esse medo. Mas é muito bom estar aqui, recebendo esse prêmio, que é o maior incentivo e a prova de que eu estou no caminho certo", discursou.

Fernanda ainda agradeceu Sandra por todo o apoio. "Ela me ajudou muito, me mandou um e-mail muito carinhoso depois que tudo aconteceu. Eu já a admirava muito como profissional e, depois disso, mais ainda como pessoa, muito obrigada, um beijo especial a você. E não poderia deixar de falar de quem não está aqui, mas que é essencial, os meus pais e meu irmão. E, principalmente, a Priscila, que me ajudou muito a passar por tudo isso", concluiu.

Na categoria de Repórter, Ernesto Paglia venceu Andreia Sadi e Abel Neto. O repórter especial da TV Globo disse ter ficado muito feliz com o prêmio, principalmente em um ano tão conturbado na política. Por isso, dedicou seu prêmio a Andreia, que é repórter de política baseada em Brasília na Globo News e tem feito coberturas ao vivo por horas, em diversos noticiários do canal, sobre a crise política.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo