Corpo do artista Rolando Boldrin é sepultado em São Paulo

O corpo do ator, cantor, compositor e apresentador Rolando Boldrin foi sepultado nesta quinta-feira (10), em São Paulo. Ele morreu aos 86 anos. Durante o dia, o artista foi velado na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

Um beijo carinhoso, uma lágrima que já cai com saudade. famosos e anônimos vieram à assembleia legislativa de são paulo, onde o corpo de rolando boldrin foi velado desde às nove horas da manhã. 

“Rolando Boldrin foi um homem excepcional pela sua vontade de cantar, de amar o Brasil, de amar o povo brasileiro, de amar as histórias, as histórias caipiras, as histórias de todos nós. Era um homem com uma característica humanitária simplesmente fantástica”, afirmou o deputado estadual eleito Eduardo Suplicy.

“Boldrin foi o pai da minha primeira personagem na televisão, foi como um pai meu na carreira, 45 anos atrás”, disse a atriz Solange Couto.

Rolando deixará história como cantor, compositor, ator e um contador de causos de enorme talento. “Ele faz parte da história do nosso país. É cultura que nós estamos perdendo”, diz a amiga Vanira Kunk.

O artista passou os últimos dois meses internado devido à insuficiência renal, que o obrigava a passar por sessões de hemodiálise. Segundo a esposa Patricia Boldrin, com quem o artista viveu nos últimos 18 anos, ele sabia que estava de partida.

“Ele falou que estava voltando pra casa, foi sereno. Uma capacidade de entender o Brasil regional, da diversidade, aquele Brasil simples, humilde, das coisas simples. É um legado que fica para todos nós e o trabalho dele foi dar o espaço para as pessoas. Ele foi um multiplicador”, afirmou a viúva.

Depois de seis horas de velório, a despedida ficou num tom que Boldrin gostaria. Moda de viola em homenagem ao caipira que conquistou o país. Teve também poesia, oração e aplausos. Logo depois, a saída do corpo para o cemitério Getsêmani, onde foi sepultado no final da tarde.

Informações SBT News