Legado da erva-mate no Paraná inspira parcerias entre museus do Estado

Em uma parceria com o Museu Paranaense (Mupa), Associação de Amigos Alfredo Andersen e Superintendência-Geral da Cultura do Paraná, o Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões manterá em cartaz até maio de 2022 a exposição “Narrativas e Poéticas do Mate”, como parte do “Circuito Ampliado: Acervos em Circulação”. Também integra o mesmo programa a mostra “Eu Memória, Eu Floresta: História Oculta”, no Museu Paranaense, sem data de encerramento.

O programa “Circuito Ampliado: Acervos em Circulação” foi criado em cooperação entre o Mupa e a instituição cultural mantida pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). O objetivo é a integração entre diferentes instituições a fim de incentivar a pesquisa em acervos, estimular novos recortes curatoriais e ampliar o acesso de públicos diversos com a movimentação dessas coleções por outros centros expositivos.

O primeiro projeto foi a série de exposições sobre o contexto histórico e cultural da erva-mate no Paraná. Em fevereiro de 2021, foi inaugurada a exposição de longa duração “Eu Memória, Eu Floresta: História Oculta”, composta por obras, objetos e documentos históricos relacionados à erva-mate sob a perspectiva dos saberes e usos dos povos indígenas do Sul, em cartaz no Mupa.

A coordenadora do Espaço Cultural BRDE, Rafaela Tasca, explica que o interesse em receber no Palacete dos Leões os retratos originais, executados pelo pintor Alfredo Andersen, dos primeiros moradores do edifício histórico, Agostinho Ermelino de Leão Junior e Maria Clara Abreu de Leão, fundadores da empresa Matte Leão, desencadeou o processo de planejamento do projeto.

“Uma característica desse projeto sobre a erva-mate foi o envolvimento da nossa equipe no processo de planejamento e curadoria, algo realizado anteriormente em ocasiões como as mostras do acervo de obras do BRDE. A partir de nossos 15 anos de atuação, passamos a incluir na programação mais ênfase no contexto histórico-cultural ligado à existência do Palacete”, ressaltou a coordenadora.

“Narrativas e Poéticas do Mate” foi dividida em eixos temáticos ambientados ao longo das salas do Palacete do Leões. O eixo denominado “Trânsitos Culturais” apresenta rótulos e medalhas concedidos às comissões paranaenses em feiras internacionais e industriais. Entre elas, a Exposição Internacional da Filadélfia de 1876, que contou com a presença do imperador Dom Pedro II. Filadélfia (Pensilvânia), Rio de Janeiro, Turim (Itália) e Bruxelas (Bélgica) foram alguns dos destinos da erva-mate paranaense.

Nessa sala também são apresentados rótulos ervateiros provenientes do acervo do Mupa. Conforme explicação da pesquisadora Cecília Bergamo, que compôs a equipe de curadoria, esses rótulos são peças fundamentais na construção de um imaginário ervateiro.

Serviço

Programa Circuito Ampliado – Acervos em Circulação

Narrativas e Poéticas do Mate

Até maio de 2022

Espaço Cultural BRDE – Palacete dos Leões

Visitação: somente com agendamento pelo site

Av. João Gualberto, 570, Alto da Glória – Curitiba

Entrada gratuita

Informações da Agência Estadual de Notícias