Mostra de Juarez Machado vai até domingo no Museu Oscar Niemeyer

Termina no domingo (18) a exposição “Juarez Machado – Volta ao Mundo em 80 Anos”, em cartaz na Sala 3 do Museu Oscar Niemeyer (MON).

Criada em comemoração aos 80 anos do artista, celebrados em 2021, a mostra é o mais completo panorama já apresentado sobre a obra de Juarez Machado, somando mais de 170 itens de pintura, desenho, fotografia, escultura e instalação.

A exposição abrange desde o início da carreira do pintor em Curitiba, nos anos 1960, até sua fase internacional nos anos 1970 e 1980, já estabelecido como um dos mais relevantes artistas contemporâneos do país.

Estão presentes os temas e elementos mais representativos da obra de Juarez – das bicicletas às mulheres, passando por referências biográficas e pela crítica social e política.

Trajetória
Nascido em Joinville (SC), Juarez Machado estudou na Escola de Música e Belas Artes do Paraná entre 1961 e 1965 e fez suas primeiras exposições na capital paranaense, onde também trabalhou como cenógrafo para teatro e televisão.

Deste período, podem ser vistos trabalhos como os desenhos feitos com graxa de sapato quando o artista ainda não tinha meios para adquirir materiais, além de sua primeira tela premiada.

Contemporâneo de nomes como Fernando Velloso, João Osorio Brzezinskie Fernando Calderari, o artista desenvolveu seu estilo único ainda durante seus anos em Curitiba, contribuindo para um importante capítulo da arte moderna da cidade antes de sua mudança para o Rio de Janeiro.

No Rio, além de integrar o principal circuito das artes, o multiartista ganhou notoriedade como cartunista para publicações como “O Pasquim” e tornou-se popularmente conhecido ao criar um quadro para o programa “Fantástico”, da TV Globo, entre 1973 e 1978.

Até hoje lembrados pelo público, os vídeos em que Juarez Machado atua como mímico e interage com seus desenhos foram integrados à exposição, juntamente com suas criações para formatos como capas de livros e discos.

A mostra também inclui obras produzidas nos diferentes locais onde o artista estabeleceu ateliês ao deixar o Brasil – o mais famoso deles no famoso bairro de Montmartre, em Paris, para onde o artista se mudou em 1986.

Catálogo
No dia 15 de setembro, será lançado o catálogo da exposição contendo textos do curador Edson Busch Machado, do crítico de arte Fernando Bini e da marchand Liliana Mendes Cabral – idealizadora da exposição e representante do artista em Curitiba.

Serviço
Exposição “Juarez Machado – Volta ao Mundo em 80 Anos”
Até 18 de setembro de 2022 (domingo)
Sala 3
Museu Oscar Niemeyer (R. Marechal Hermes, 999), (41) 3350-4400. De terça a domingo, das 10h às 17h30 (permanência até 18h). R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada). Toda quarta-feira, entrada gratuita.