Museu Oscar Niemeyer tem programação especial em outubro para público com mais de 60 anos

Em comemoração ao mês do idoso, o Museu Oscar Niemeyer (MON), em Curitiba, vai promover, em outubro, uma agenda diferenciada do programa Arte para Maiores (APM), sempre às 14 horas, destinado especialmente ao público com mais de 60 anos.

Houve um encontro nesta terça-feira (4) com a participação especial da artista paranaense Mazé Mendes, cuja exposição “Recortes de um Lugar” está em cartaz na sala 7. Ela conduziu uma visita mediada na mostra, além de uma oficina prática.

Mazé Mendes é graduada pela Faculdade de Belas Artes do Paraná e pós-graduada em Arte-Educação pela Faculdade de Artes do Paraná. Tem participado ativamente de vários certames artísticos desde o final dos anos 1970, com centenas de exposições coletivas e individuais no Brasil e no Exterior.

Suas obras fazem parte de acervos institucionais e privados, entre eles o Museu Oscar Niemeyer, Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Museu Municipal de Arte, Museu da Universidade Federal do Paraná, Museu de Arte do Rio Grande do Sul, Museu da Gravura Cidade de Curitiba, Museu Universitário PUCPR e acervo da Embap/Unespar

No dia 11 de outubro, a equipe do Educativo do Museu fará uma visita mediada na exposição “Bancos Indígenas do Brasil”, em cartaz na sala 6. Em seguida, haverá uma oficina prática sobre a mostra.

No dia 18 acontecerá a videoconferência com os curadores da mostra e colecionadores de bancos indígenas, Marisa Moreira Salles e Tomas Alvim. Eles irão abordar os aspectos e detalhes da coleção, realização e curadoria da exposição “Bancos Indígenas do Brasil”. Para participar, é necessária a inscrição prévia.

Serviço:

11/10 – mediação na exposição Bancos Indígenas do Brasil e oficina com o educativo (14h)

18/10 – videoconferência com Tomas Alvim e Marisa Moreira Salles (14h)

Informações da Agência Estadual de Notícias