No MON, Exposição de Tony Cragg vai até domingo

A exposição “Espécies Raras”, de Tony Cragg, um dos mais destacados escultores britânicos contemporâneos, estará em cartaz no Museu Oscar Niemeyer (MON) até este domingo, (21). Aproximadamente 100 obras, entre desenhos e esculturas, fazem parte da coleção.

Cragg utiliza muitos materiais para o feitio das obras, como vidro, bronze, madeira, entre outros. Três obras estão instaladas na área externa do MON.

Localizada no Olho do MON, a mostra se conecta ao espaço e ganha um caráter único. Formas orgânicas e geométricas, diferentes escalas, profusão de materiais trabalhados pelo artista, capturam e pedem um olhar atento e imaginativo.

A exposição é dedicada à produção realizada a partir dos anos 2000, mas mostra também peças emblemáticas feitas nas décadas de 1980 e 1990. São esculturas e desenhos que levam o público a uma imersão no processo criativo de Cragg.

Entre os destaques da mostra estão duas obras apresentadas pela primeira vez no Brasil: “Sinbad” (2000) e “Minster” (1988), feita de anéis e engrenagens de aço. Também presentes na exposição estão: “Eroded Landscape” (1999), uma escultura construída por várias camadas de objetos de vidro como copos, vasos, lustres e garrafas; “Secretions” (1995), feita a partir de dados colados.

Tony Cragg

O artista nasceu em Liverpool, no Reino Unido, em 1949. Desde 1977 vive e trabalha em Wuppertal, Alemanha. Em 1973, frequentou a Wimbledon School of Art, em Londres, onde recebeu seu título de bacharel. Em 1977, concluiu mestrado na Royal College of Art.

Exposições

Além de “Tony Cragg – Espécies Raras”, outras exposições estão em cartaz atualmente no MON. São elas:

“Yutaka Toyota – O Ritmo do Espaço”; “Fernando Velloso por ele mesmo”; “Ásia: a Terra, os Homens, os Deuses – Segunda Edição”; “Japonésia”, de Naoki Ishikawa; “A Violência sob a Delicadeza”, de Vera Martins; “O Mundo Mágico dos Ningyos”; “Luz ≅ Matéria”; “África, Mãe de Todos Nós”; “Museu em Construção”; “Espaço Niemeyer”; “Cones” e obras do Pátio das Esculturas.

Colaboração AEN