Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Tribaltech: Chegou a hora da evolução!

- Tribaltech: Chegou a hora da evolução!

A TribalTech não é apenas um festival de música qualquer. A organização do evento não busca apenas vender ingressos e promover uma grande festa. Para entender a grandeza da TribalTech, é necessário avaliar o conceito e o posicionamento do evento, que inclui promover uma festa multicultural e também colaborar para o crescimento da música eletrônica no cenário nacional.

É nesse sentido que o  segundo capítulo da trilogia lançada em 2012 foi um avanço evolutivo no conceito. Pela primeira vez, a TribalTech realizou um velho sonho dos organizadores e teve a duração de dois dias. A decisão foi arriscada, porque a line-up deveria ser estratégica para manter o mesmo ritmo nos dias de festival. Mesmo assim, a lista de artistas renomados que fizeram parte da edição de 2015 atraíram para os dois dias de vento.

Assim como em um time de futebol, a T2 Eventos organizou uma verdadeira escalação de nomes para que o Brasil não ficasse mal representado. Em um país tomado pela repetição, a TribalTech trouxe artistas nacionais que reforçaram a imagem da música eletrônica local. Entre os artistas estão: Renato Cohen, Aninha, Renato Ratier e Albuquerque. Além desses nomes, o destaque da edição ficou por conta de nomes como Alok, Vintage Culture, Volkoder e Boris Brejcha.

No entanto, nem tudo são flores, não é mesmo? Mesmo com esses nomes, o evento foi totalmente prejudicado com uma condição de tempo terrível. Com dois dias chuvosos e de muito frio, o evento não atingiu o público esperado. Além disso, para piorar, a eclosão da crise econômica do país também complicou a situação, que fez com que a edição final da trilogia fosse adiada para 2017.

Apesar de todos os problemas da edição de 2015, o fundador Carlos Jeje confessou que a edição foi inesquecível para ele. Entenda as lições que o festival de 2015 rendeu para o produtor de eventos:

“Esse evento tem algo de muito, muito, muito especial que jamais esquecerei: a participação do público em uma situação tão inóspita. Em um dia que eu não sairia de casa nem que me pagasse, tivemos quase 10.000 pessoas, se jogando e se divertindo independente de tudo. Estavam ali por amor à Tribaltech. Isso foi uma lição pra mim e  é por essas pessoas que continuamos e tentamos fazer o melhor sempre. Aprendemos com os erros, com as surpresas que tivemos, e hoje o festival está mais maduro e consistente por todo o aprendizado. A vida é assim, nos resta continuar, sempre pensando no nosso público, que nunca nos abandonou. É por ele que voltamos, e voltaremos com tudo!” declarou Carlos Jeje, fundador da TribalTech.

Ingressos TribalTech Escape

A TribalTech Escape acontece no próximo dia 7 de outubro e promete ser inesquecível!
Os ingressos ainda estão à venda em: http://aloingressos.com.br/tribaltech
Ou na loja física mais perto de você em: http://www.aloingressos.com.br/suporte/pontos-de-venda
Mais informações sobre o evento em: http://tribaltech.com.br/

Colaboração de Mateus Bossoni