Destroços do avião de Marília Mendonça são encaminhados para o Rio de Janeiro e Sorocaba

Na manhã desta terça-feira (9), a fuselagem do avião bimotor que caiu na área rural de Caratinga, em Minas Gerais, foi enviada para duas cidades. O objetivo é acelerar a investigação que apura as causas do acidente que provocou a morte da cantora Marília Mendonça e de mais quatro pessoas. 

Estes destroços – fuselagem e as asas – deixaram a região a partir das 13h30 rumo à cidade do Rio de Janeiro. A equipe do Seripa prevê a chegada do material às 20h.

Os dois motores da aeronave serão levados para a cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo, e lá serão analisados por profissionais especializados neste tipo de motor. O transporte destas peças está previsto para o final da madrugada quarta-feira (10).

Os dois motores do avião que levava a cantora Marília Mendonça foram retirados na segunda-feira (8) e levados para perícia no Rio de Janeiro. A remoção do motor foi acompanhada por técnicos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão militar subordinado ao Comando da Aeronáutica, responsável por investigar as causas de acidentes aeronáuticos. A ação foi feita pela PEC Táxi Aéreo, proprietária da aeronave.

Informações do SBT News.